Como funciona o intercâmbio na África do Sul

Como funciona o intercâmbio na África do Sul

A África do Sul é um país localizado no extremo sul da África, entre os Oceanos Atlântico e Índico. Coberto por planaltos, cordilheiras, desertos e savanas, ele apresenta um clima temperado e subtropical. Um país rico em recursos naturais, paisagens deslumbrantes, diversidade cultural e etnias. Nele, vivem aproximadamente 50 milhões de pessoas, onde 79,2% são negros africanos. Os principais idiomas são o inglês, língua oficial dos negócios, e o africâner.

Como tirar o visto de estudante para África do Sul

Até 90 dias

Para visitar esse país que já é popularmente escolhido por muitas pessoas, você não precisa de visto, desde que fique menos de 3 meses (90 dias) em solo sul-africano. Neste caso é necessário, além do passaporte, a apresentação do Certificado Internacional de Vacinação (CIV), comprovando que você tomou a vacina contra a febre amarela. A vacina deve ser tomada no mínimo 10 dias antes do seu embarque e o certificado de vacinação será verificado antes de você sair do Brasil, ou seja, sem ele o seu embarque não é permitido. 

Acima de 90 dias

Para intercâmbios com duração superior a 90 dias, é necessário solicitar o Visto de Estudos. O Visto de Estudos é solicitado ainda no Brasil, na embaixada da África do Sul de Brasília ou São Paulo. Porém, se você já estiver no país e resolver estender seu visto, esta solicitação poderá ser feita de lá e não é necessário retornar ao Brasil para isso. Para solicitar o visto de estudante é necessário ter a carta de matrícula da escola, passaporte válido, CIV (Certificado Internacional de Vacinas) com comprovante da vacina contra febre amarela, seguro de saúde, entre outros documentos. O processo de visto demora até 8 semanas para ser analisado.

O brasileiro pode estudar na África do Sul um curso de inglês ou um curso em uma área específica. 

Permissão para trabalho na África do Sul

Se você optar por um curso de Inglês com duração superior a 90 dias (3 meses), você já tem o direito de trabalhar no país. E, sabe o que é melhor? Você já sai do Brasil com o visto de estudante e permissão para trabalhar, ou seja, chegou no país, você já pode sair em busca de um emprego.

Para isso, é necessário apenas que você cumpra a carga horária de no mínimo 15 horas semanais de curso, o que te permite trabalhar por até 20 horas por semana, uma ótima opção para conciliar os estudos e fazer uma graninha extra para ajudar com os gastos que você terá durante o intercâmbio, sem falar, é claro, na oportunidade de adquirir experiência no mercado de trabalho internacional. 

Trabalho voluntário na África do Sul

A África do Sul é um dos mais belos países do mundo, mas existe muita desigualdade social e a crescente população está colocando mais e mais pressão sobre a natureza. Inúmeras ONGs, projetos e programas do governo trabalham duro para ajudar as pessoas e animais com grandes necessidades. O trabalho dessas ONGs não seria possível sem os voluntários locais e internacionais.

Várias escolas oferecem o Programa de Voluntariado, o qual lhe dá a oportunidade de melhorar o seu Inglês e mergulhar na cultura sul-africana. Os projetos de voluntariado têm como característica principal apoiar as comunidades locais em uma gama de setores.

A maioria dos programas é disponível para maiores de 18 anos e tem a duração mínima de 2 semanas, podendo chegar até a seis meses. Um dos pré-requisitos é ter conhecimento em inglês, pelo menos nível intermediário.

Voluntariado

Seguro saúde

Para quem for ficar menos de 90 dias (3 meses) não é obrigatório o seguro saúde, porém é extremamente recomendado, pois os custos de saúde por lá são altos. Inclusive, algumas escolas não aceitam matricular o aluno se ele não tiver um seguro saúde.

Já para quem for aplicar o visto para ficar acima de 90 dias, é obrigatório ter um seguro saúde com cobertura anual e renovável pelo período de duração do curso. Seus custos e coberturas variam de acordo com o tempo e tipo de curso. 

Custo de vida

A África do Sul é uma ótima opção de intercâmbio com uma alta qualidade na educação e um bom custo- benefício. Todas as cidades do país apresentam um custo médio parecido tratando-se de alimentação e transporte. O que pode variar muito é o custo de moradia, caso você opte por alugar um apartamento. Em média, as cidades da África do Sul apresentam um custo 25% menor do que São Paulo.

Além disso, a força do Real perante a moeda local (Rand) são ótimos aliados para o intercambista brasileiro, o que faz com que os preços lá sejam muito semelhantes aos do Brasil, ou na maioria das vezes mais baixos. 🙂


Ficou alguma dúvida sobre como funciona o Intercâmbio na África do Sul?

A Trinity ficará contente em esclarecer tudo!

Para receber um orçamento de intercâmbio na África do Sul, não hesite em nos contatar através do e-mail: info@trinityintercambio.com.br ou WhatsApp: +55 11 94712-1141.

Você gostaria de fazer um orçamento conosco? Basta preencher esse formulário.


× Clique aqui