6 fatos malucos que você não sabia sobre a Guinness

6 fatos malucos que você não sabia sobre a Guinness

Em homenagem à grande cerveja irlandesa, reunimos 6 fatos divertidos, loucos e interessantes sobre a cerveja Guinness.

1. A Guinness é vermelha, na verdade.

Se o seu ambiente típico para beber uma Guinness é um bar irlandês mal iluminado, você pode não ter notado que a Guinness é, na verdade, um vermelho rubi escuro. A cor rica vem da cevada maltada torrada (que é uma maneira semelhante à qual os grãos de café são torrados).

2. A bolinha dentro da sua lata de Guinness merece um prêmio de tecnologia.

Se você é um bebedor astuto, deve estar se perguntando porque há uma pequena bola semelhante a de pingue-pongue no fundo da sua lata de Guinness. Não, os fabricantes não estavam jogando Beer Pong quando lacraram sua lata. Na verdade, é um dispositivo da Guinness que está trabalhando duro para replicar a experiência de tomar um chope em uma lata.

Quando uma lata de Guinness é aberta, uma pequena quantidade de cerveja e nitrogênio, que fica presa na bolinha, é forçada a sair para criar a famosa espuma cremosa que você esperaria se sua Guinness fosse servida em uma chopeira. A invenção é realmente muito notável: o dispositivo ganhou o Prêmio do Rei de Tecnologia em 1991!

3. A Guinness é vegana.

Em 2017, a Guinness confirmou que alterou seu processo de filtração, dispensando o uso de isca de peixe, subproduto do pescado. Sem ela, a cerveja agora é oficialmente vegana. Saúde, veganos!

4. Mais de 160.000 litros de Guinness são perdidos todos os anos nos bigodes.

A Guinness encomendou um estudo em 2000 e descobriu que cerca de 162.719 litros de Guinness são desperdiçados todos os anos por conta dos bigodes.

De acordo com os cientistas, 0,56 mililitros de Guinness ficam presos na barba ou no bigode a cada gole. E leva-se cerca de 10 goles para terminar um litro. Estima-se que 92.370 consumidores da Guinness todos os anos no Reino Unido têm pêlos faciais. Calculando que consomem uma média de 180 litros cada por ano, o custo total da Guinness desperdiçada anualmente é de cerca de US$ 536.000. Portanto, se você deseja obter o máximo da sua Guinness é uma boa ideia fazer a barba.

5. O Guinness Book of World Records foi inspirado por uma discussão em um pub.

Sim, a cerveja Guinness está ligada ao Guinness Book. Em 1951, o diretor administrativo da cervejaria Guinness de Dublin, Sir Hugh Beaver, teve uma discussão em um pub sobre a ave de caça mais rápida do Reino Unido. A conversa levou à ideia de um livro de referência sobre todos os “superlativos” debatidos em pubs. Alguns anos depois, o primeiro Guinness Book of World Records foi publicado em 1955.

6. O governo irlandês teve que alterar a marca registrada de seu brasão por causa da Guinness.

A Guinness usou pela primeira vez o antigo símbolo da harpa irlandesa em sua marca em 1862, quando o rótulo da garrafa foi introduzido. Quase 200 anos depois, em 1984, o escritório do procurador-geral da Irlanda recomendou a marca registrada da harpa, que é o brasão das forças armadas do país.

Ele queria registrar a harpa voltada em ambas as direções para proteção máxima contra roubo de imagens. Mas o governo temia que a Guinness pudesse contestar a decisão, já que a empresa vinha usando um símbolo de harpa voltado para a direita por pelo menos 50 anos antes mesmo de a Irlanda ser estabelecida. Em vez disso, eles decidiram registrar apenas a harpa voltada para a esquerda como marca registrada.

Artigo original

Ficou com vontade de conhecer a Irlanda? Para mais detalhes confira o artigo: Como funciona o intercâmbio na Irlanda.


Agora que tal você tomar a cerveja irlandesa direto da fonte? Entre em contato com a Trinity para fechar seu intercâmbio na Irlanda! 🙂

Para receber um orçamento de intercâmbio na Irlanda, não hesite em nos contatar através de e-mail: info@trinityintercambio.com.br ou WhatsApp: +55 11 94712-1141.

Você gostaria de fazer um orçamento conosco? Basta preencher esse formulário.